Roberta Sá, Fernanda Takai e Chico César se apresentam na Caixa Cultural Recife no projeto “Palco Brasil”

Por Veron Campos - 17/08/2018

Os músicos mostrarão suas trajetórias artísticas, em quatro apresentações cada, utilizando a música, o diálogo e a troca de ideias e experiências com o público

A CAIXA Cultural Recife apresenta o projeto “Palco Brasil”, que vai realizar uma série de shows com três renomados cantores e compositores da música brasileira.  A temporada inicia com a cantora Roberta Sá, entre os dias 23 e 25 de agosto, seguida por Fernanda Takai, de 30 de agosto a 01 de setembro, e finalizando com Chico César de 06 a 08 de setembro, todos apresentando quatro sessões.

Idealizado pela Maré Produções Culturais, o Palco Brasil tem o objetivo de promover concertos intimistas com artistas consagrados, permeados em memórias, casos curiosos, bastidores e músicas que marcaram a trajetória de cada um. No palco, além das canções, Sá, Takai e César estabelecem uma conexão com o público, que interage a cada melodia – ou a cada história partilhada. Para a primeira edição, o Palco Brasil convidou estes três cantores e compositores para cantar e compartilhar suas experiências musicais e de vida.

Roberta Sá – Natural de Natal (RN), Roberta Sá é uma das maiores cantoras brasileiras de MPB, samba e bossa nova. Sua discografia conta com cinco álbuns e dois CD/DVD ao vivo, que inclui “Braseiro” lançado em 2002, “Que Belo Estranho Dia Para Se Ter Alegria”, de 2007, que recebeu indicações ao Grammy Latino nas categorias Artistas Revelação e Melhor Álbum de Música Popular Brasileira. O seu primeiro DVD foi lançado em 2009 do show “Para Se Ter Alegria”. Gravou “Quando o Canto é Reza”, obras do compositor baiano Roque Ferreira, em 2010. Chegando no ano seguinte com mais de 200 mil discos vendidos. Em 2012, lançou “Segunda Pele” e em 2015 o CD “Delírio” com participações de Chico Buarque, Martinho da Vila e Antônio Zambujo. Em 2016, foi registrado em DVD e CD o show ao vivo no Circo Voador chamado “Delírio no Circo”, indicado novamente em duas categorias do Grammy Latino (Melhor Álbum de Música Popular Brasileira e Melhor Álbum de Engenharia e Gravação). 

Fernanda Takai – Vocalista da banda mineira Pato Fu, que existe há mais de 25 anos, Fernanda Takai se lançou em carreira solo no ano de 2007, alcançando repercussão nacional e internacional. Em 2012, gravou um CD de canções inéditas com o guitarrista Andy Summers (The Police). Ao todo, já lançou 18 álbuns e 7 DVDs. Tem 4 Discos de Ouro, com os quais vendeu mais de um milhão de cópias. Fernanda é uma artista multipremiada pela APCA, Grammy Latino, MTV Brasil, Multishow, Revista Bravo! e Prêmio da Música Brasileira, entre outros. Seu trabalho mais recente é o CD “Na Medida do Impossível”, que conta com a produção de John Ulhoa, seu companheiro na vida e no Pato Fu. O DVD deste novo trabalho foi gravado no Instituto Inhotim, celebrando os 10 anos do museu. No Palco Brasil Recife, ela vai cantar canções de seu repertório solo como “Diz que fui por aí” (Zé Kéti e Hortêncio Rocha) e “Debaixo dos caracóis dos seus cabelos” (Roberto Carlos), além de “Antes que seja tarde” e “Perdendo Dentes” – do repertório do Pato Fu – e “A paz” (Gilberto Gil), entre outros sucessos.

Chico César – Nascido Francisco César Gonçalves, no município de Catolé do Rocha, interior da Paraíba, Chico César formou-se em jornalismo, foi morar em São Paulo e em 1995 lançou o primeiro disco Aos Vivos (1995), acústico de voz e violão gravado ao vivo, com as participações do cantor e compositor Lenine e do guitarrista Lanny Gordin. No repertório do álbum estão “Mama África” canção que ficou nacional e internacionalmente conhecido. Com uma carreira repleta de canções e referências a poesia, desde 1996 Chico César viaja com a sua banda pelo Brasil e afora. Suas composições foram gravadas por vários intérpretes, entre eles Maria Bethânia, Gal Costa, Vanessa da Mata, Elba Ramalho, Itamar Assumpção, Zeca Baleiro, entre outros. Já recebeu diversos prêmios como Revelação do Prêmio Sharp (1995) e Melhor Compositor pela APCA (1996) e Grammy de Melhor Performance Vocal Pop Masculina (2001).

Incentivo à cultura:

A CAIXA investiu mais de R$ 385 milhões em cultura nos últimos cinco anos. Em 2018, nas unidades da CAIXA Cultural em Brasília, Curitiba, Fortaleza, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo, está prevista a realização de 244 projetos de Artes Visuais, Cinema, Dança, Música, Teatro e Vivências.

A CAIXA Cultural Recife oferece, desde 2012, uma programação diversificada, com opções gratuitas ou a preços populares, estimulando a inclusão e a cidadania. O espaço, situado em um prédio histórico na Praça do Marco Zero, conta com duas galerias, teatro, sala multimídia, salas de oficinas e tem 40 projetos previstos na programação de 2018.

Serviço
Música: Palco Brasil
Local: CAIXA Cultural Recife – Av. Alfredo Lisboa, 505, Praça do Marco Zero, Bairro do Recife
Data: 
Roberta Sá – de 23 a 25 de agosto de 2018 (quinta a sábado)
Fernanda Takai – de 30 de agosto a 01 de setembro (quinta a sábado)
Chico César – de 06 a 08 de setembro (quinta a sábado)
Horários: quinta e sexta, às 20h | sábado, às 17h e às 20h
Informações: (81) 3425-1915
Ingressos:R$ 30,00 (inteira) e R$ 15,00 (meia)
Vendas a partir do dia 22/08, para sessões de 23 a 25/08, a partir do dia 29/08, para sessões 30/08 a 01/09, a partir do dia 05/09 para as sessões de 06 a 08/09, das 10h às 20h, na bilheteria CAIXA Cultural Recife
Duração: 60 minutos
Classificação indicativa: 14 anos

Posts relacionados

Sheraton Reserva do Paiva: o melhor hotel de Pernambuco

Rio Ave converte hotel e amplia marca própria

Dica de hotel em Recife: Transamerica Prestige Beach Class

Comente pelo Facebook