Newsletter

Assine abaixo para receber as últimas novidades do blog no seu e-mail!


11 de julho de 2018

Palme D’Or: o estupendo restaurante francês do hotel The Biltmore, em Miami

Veja como foi nossa experiência no menu de onze etapas servido no premiado restaurante Palme D’Or do Hotel The Biltmore.

O The Biltmore entrega tudo o que nós esperamos num resort de luxo. Arquitetura imponente, lobby cinematográfico, acomodações com vistas de tirar o fôlego e excepcionais opções gastronômicas. Durante nossa hospedagem no icônico hotel, cujo relato conto neste post, tivemos a oportunidade de conhecer o elaborado menu degustação de onze etapas servido no premiado Palme D’Or. O restaurante – que já recebeu as maiores distinções do Guia Zagat e o cobiçado prêmio Five Diamond da AAA – apresenta clássicos da cozinha francesa reinterpretados pelas hábeis mãos do chef com estrela Michelin, Gregory Pugin.

Salão principal do restaurante Palme D’Or no The Biltmore Hotel em Coral Gables, Miami.

O restaurante fica no piso inferior do luxuoso resort, com vista para a imensa piscina. Desde a entrada, chama a atenção o salão principal com inspiração francesa, décor clássico, lustres com cristais, mesas com cadeiras de mogno impecavelmente arrumadas e quadros com figuras ilustres que já se hospedaram na propriedade quase secular.

Vista do salão. A inspiração francesa se faz presente também na decoração.

A decoração impecável se estende ao atendimento, à apresentação e ao sabor dos pratos. Aos poucos, o staff vai oferecendo a variada sequência de onze etapas do chef Pugin, cujos pratos oferecem uma verdadeira viagem sensorial e uma experiência culinária única. Desde o amuse-bouche ao brioche francês, que quase se derrete na boca, cada prato surpreende, seja pela apresentação, pela delicadeza, técnica apurada e perfeição.

Refrescante amuse-bouche para aguçar o paladar

Brioche perfeito e manteiga delicada. Impossível deixar de comê-los.

O chef Gregory Pugin, natural de Tarbes, sul da França, apresenta suas criações com base na tradicional cozinha francesa, reinventando-os com toques de modernismo e contemporaneidade, utilizando ingredientes sazonais frescos produzidos por agricultores locais. O intuito do chef é fazer com que os comensais se sintam transportados – durante o memorável jantar – para a França. Alguém ainda duvida?

L’ASPERGE BLANCHES DES LANDES: aspargos brancos sobre purê de caju, queijo Comté e torrradinhas de Brioche

As etapas do Chef’s Tasting Menu se desenrolam durante o jantar e arrancam suspiros a cada apresentação. Itens como o Le Foie Gras de Canard (brulée de foie gras, ervilhas, aspargos, framboesas, amoras e grãos de feijões) e o L’Asperge Blanches des Landes (aspargos brancos sobre purê de caju, queijo Comté e torrradinhas de Brioche) são uma explosão de cores, sabores, aromas e texturas.

LE FOIE GRAS DE CANARD: brulée de foie gras, ervilhas, aspargos, framboesas, amoras e feijões franceses.

O chef Gregory Pugin – que teve a simpatia de vir nos cumprimentar à mesa – já foi o chef executivo do renomado restaurante Le Cirque do Bellagio, em Las Vegas, onde obteve em 2011 o título de “Chef do Ano”. Em seguida, Pugin trabalhou durante dois anos no L’Atelier Joël Robuchon, em Nova York, como Executive Sous Chef. Após deixar Robuchon, Pugin assumiu a cozinha como chef executivo do Veritas, em Nova York, onde finalmente foi reconhecido com uma estrela Michelin e como “Chef em Ascensão do Ano”. Pugin afirma que está sempre pensando sobre como fazer do seu menu a melhor refeição que alguém já teve na vida. 

Et voilá le dessert! Após as onze sofisticadas etapas do menu degustação, uma impecável sobremesa feita com o chocolate francês Valrhona. Chamada de La Degustation de Chocolat Valrhona, é um passeio por um potente tubo de chocolate concentrado, com recheios, cremes e sorvete.

La Degustation de Chocolat Valrhona

A sequência contou ainda com mais duas sobremesas — cremosas e levíssimas —  e mais um trio com mini clássicos da confeitaria francesa, com macaron e madeleine. 

Por fim, o menu degustação do restaurante Palme D’Or do hotel The Biltmore é definitivamente uma das grandes atrações da cena gastronômica de Miami. Seja pela apresentação, pelo sabor e pela atenção aos detalhes, o chef transforma o jantar numa experiência única e surpreendente.

Saiba mais
Além do premiado restaurante francês Palme D’Or, as opções gastronômicas no The Biltmore incluem o italiano Fontana, principal restaurante do resort e muito famoso por oferecer aos domingos o Sunday Champagne Brunch; o Cascade (casual à beira da piscina) e o 19th Hole Bar & Grill (casual com vista para o campo de golf). Os bares ficam por conta do Biltmore Bar (adjacente ao Palme D’Or) e o Cellar Club Bar (uma espécie de loja de doces e cafeteria). Além destas opções gastronômicas, é oferecido diariamente no lobby o Chá da Tarde no estilo inglês.
A estrutura do hotel The Biltmore é completa, contando com Spa, academia Technogym, campo de golf, escola de culinária, quadras de tênis e a maior piscina de hotel da costa leste dos Estados Unidos, com cabanas privativas.
Preço aproximado por pessoa: Chef’s Tasting Menu US$155 (onze etapas); Six Course Tasting Menu US$115 (seis etapas); Four Course Menu US$79 (quatro etapas). 
Taça de vinho por US$14; garrafa de vinho por US$45 (seleção do sommelier)
Chef Gregory Pugin 
Site: www.biltmorehotel.com
Instagram: @biltmorehotel
Endereço: 1200 Anastasia Avenue, Miami, Florida, FL 33134, Estados Unidos
Nossa viagem por Miami contou com o apoio do GMCVB (Greater Miami Conventions & Visitors Bureau) e do Chip de Internet Global Mysimtravel, a mais avançada tecnologia GSM de Roaming Internacional, que pode ser adquirido aqui.  
Texto e fotos por Veron Campos



Comente pelo Facebook

Ou comente por aqui:

Confira aqui as postagens mais lidas!

Viagem Sem Bagagem • todos os direitos reservados © 2018 • powered by WordPress Desenvolvido por