Newsletter

Assine abaixo para receber as últimas novidades do blog no seu e-mail!


13 de junho de 2018

Ponte da paradisíaca Reserva do Paiva é revitalizada

A ponte estaiada é um cartão-postal que liga Recife ao litoral sul de Pernambuco

Considerada cartão-postal do Litoral Sul pernambucano, a Ponte Arquiteto Wilson Campos Júnior – que liga as cidades de Jaboatão dos Guararapes e Cabo de Santo Agostinho – recebe revitalização na estrutura. Por ela, passam cerca de 350 mil pessoas/mês, entre motoristas, motociclistas, pedestres e ciclistas, que se deslocam a praias do litoral sul como Pedra de Xaréu, Enseada dos Corais e Gaibu e também à Reserva do Paiva. No percurso, é possível contemplar o verde da Mata Atlântica, com diversos animais em seu habitat natural, e as águas do Rio Jaboatão, que desemboca no oceano. Já foi cenário, inclusive, para gravação de filme e os mirantes se tornaram atração turística para apreciar a paisagem. A ponte estaiada integra a estrutura da Rota dos Coqueiros, primeira parceria Público-Privada (PPP) de Pernambuco e a primeira PPP de rodovias do País. A concessionária está completando oito anos de operação este mês. Durante esse período, já foram investidos R$ 111 milhões em obras e infraestrutura para garantir acesso, segurança viária e conforto aos usuários.

Curiosidades da Ponte Arquiteto Wilson Campos Júnior:
É um tipo de ponte estaiada, ou seja, suspensa por cabos de sustentação conectados em dois mastros em seu eixo. Possui estais em sua estrutura;
Tem 320 metros de extensão, mastros metálicos com altura total de 30 metros e 13,8 metros de largura para comportar duas faixas de tráfego, passeios para pedestres e ciclovia;
Os locais mais profundos próximos à ponte podem varia de 1,50 a 2,90 metros, conforme última batimetria realizada em 2013 para avaliar a profundidade do rio;
Cerca de 350 mil pessoas/mês passam pelo acesso, entre motoristas, motociclistas, pedestres e ciclistas;
Na estrutura, conta com duas faixas de rodagem, uma passarela, uma ciclovia e dois mirantes;
Na concepção, une funcionalidade, segurança, conforto e valor estético;
Liga as cidades de Jaboatão dos Guararapes e Cabo de Santo Agostinho, por meio do Sistema do Paiva;
É patrimônio cultural dos dois municípios;
Já foi cenário para gravação de filme e os mirantes se tornaram atração turística;
Faz parte da concessão da parceria público-privada (PPP);
Valor do pedágio é utilizado para amortização do investimento inicial da construção da ponte, como também é revertido para manutenção e conservação da ponte.



Comente pelo Facebook

Ou comente por aqui:

Confira aqui as postagens mais lidas!

Viagem Sem Bagagem • todos os direitos reservados © 2019 • powered by WordPress Desenvolvido por

Siga o instagram ×
Visitar @viagemsembagagem