Newsletter

Assine abaixo para receber as últimas novidades do blog no seu e-mail!


12 de Fevereiro de 2018

HOTEL INTERNATIONAL AU LAC, LUGANO: UM ÉDEN NO LADO ITALIANO DA SUÍÇA

Confira nossa hospedagem no charmoso Hotel International Au Lac, um hotel histórico com arquitetura da Belle-Époque, tombado pela UNESCO e com vistas estonteantes para o Monte Brè e o Lago de Lugano

Com vistas panorâmicas de tirar o fôlego para o Lago de Lugano e o Monte Brè, o Hotel International Au Lac foi nossa opção de hospedagem durante dois dias na adorável Lugano, a maior e mais populosa cidade do pequeno Cantão de Ticino, no lado italiano da Suíça. O centenário hotel, que foi aberto em 1906, está na quarta geração de uma família de hoteliers, se confundindo com a história da região. Já foi agraciado pela UNESCO com o prêmio ICOMOS pelo reconhecimento do seu valor histórico para região. Está situado ao lado da igreja Santa Maria Degli Angeli e bem no início da Via Nassa, a principal rua de compras, repleta de lojas de luxo, cafés e restaurantes descolados. Um hotel clássico que abriga interior cheio de arte e que conserva a maravilhosa arquitetura da Belle Époque na efervescente cidade de Lugano.

Na Via Nassa, o histórico Hotel International Au Lac foi nossa opção de hospedagem em Lugano (Suíça),

HISTÓRIA E LOCALIZAÇÃO

Com localização privilegiada na Via Nassa (acessível apenas a pedestres) e ao lado da Salita Degli Angioli, escadaria que conduz a parte alta da cidade, a história do Hotel International Au Lac remonta ao início do século passado quando a abertura do túnel ferroviário de São Gotthard trouxe um grande fluxo de turistas e notável aumento da atividade hoteleira em Lugano. Depois de uma renovação completa do edifício em 1906, os proprietários abriram o hotel de cinco andares “International-au-Lac”, com estilo arquitetônico Art-Nouveau. “Os 80 quartos eram equipados com jarras de porcelana e havia um restaurante, uma biblioteca com sala de leitura e um jardim sobre dois terraços” – contou-me Roberto Schmid, diretor e quarta geração da Família Schmid à frente da propriedade.

Roberto Schmid (proprietário e diretor). Quarta geração de família de hoteliers à frente do Hotel International Au Lac

Em 1991, após a extensão da área para pedestres da Via Nassa e, devido a falta de estacionamentos em Lugano, foi construída atrás do edifício uma garagem com 36 vagas para uso exclusivo dos hóspedes.

O hotel está cercado por construções históricas repletas de arte e cultura. Do alto da Subida Degli Angioli (ao lado do hotel), esbarra-se com a vista panorâmica da cidade cercada por montanhas margeadas pelo Lago de Lugano. À direita, está a torre da Igreja de Santa Maria degli Angioli, erguida em 1529.

Subindo a escadaria Degli Angioli. Vista panorâmica do Lago de Lugano cercado por montanhas

A Via Nassa, considerada um shopping a céu aberto em Lugano, está na frente do hotel e você pode explorar cada cantinho andando. Ao longo do seu estreito passeio, é possível ver belas construções com pórticos nas fachadas, que abrigam boutiques elegantes, restaurantes e sofisticadas joalherias.

No começo da Via Nassa (em frente ao hotel), loja da Louis Vuitton.

Ainda nos arredores do hotel, está o Museu de Arte e Cultura de Lugano – LAC, um edifício contemporâneo projetado pelo arquiteto Ivano Gianola. Nos cinco andares e 2.500 metros quadrados, exposições permanentes e temporárias, que valem a visita.

LAC – Museu de Arte e Cultura de Lugano

O QUARTO E A VISTA 

A decoração do quarto é no estilo bem clássico, com papel de parede, cortina com motivos provençais e mobiliário de época, composto por escrivaninha e guarda-roupa. Destaque para a sacada com vista deslumbrante para a Via Nassa, o Lago de Lugano e os Pré-Alpes.

CAFÉ-DA-MANHÃ

O serviço de café-da-manhã foi um dos pontos altos durante nossa hospedagem no Hotel International Au Lac. O salão, onde é servido o buffet em estilo americano das 6:30 h até às 11:30 h, possui lustres e candelabros dourados e cortinas com motivos florais. À mesa, excelentes croissants, viennoiserie, queijos, geleias artesanais, frutas, dentre outros itens, cuja qualidade reflete o alto nível da hotelaria suíça.

ESTRUTURA

O interior abriga décor clássico ao estilo da Belle Époque, conservando, através de inúmeros objetos, a história da propriedade, cujo centenário foi celebrado em 2006. No primeiro andar, um pequeno museu exibe diferentes estágios e aspectos da hotelaria através dos mais de cem anos do hotel.

O Blues Bar, situado ao lado do convidativo living room, exibe fotos de músicos e cantores famosos que já se hospedaram no hotel, durante as edições anuais do festival de verão de música de Lugano.

O Blues Bar ao lado do Living Room.  

Na área externa, destaque para o charmoso terraço, cuja piscina cercada por um belo jardim é um convite para relaxar sob o sol de Lugano.

 

Informações:

Localizado no centro histórico de Lugano bem ao lado da Igreja de Santa Maria Degli Angeli e a poucos passos do LAC (Museu de Arte e Cultura de Lugano), no início da área de pedestres da Via Nassa, repleta de lojas de luxo, cafés e restaurantes. A estação de trem está a apenas 800 metros do hotel.

No ato do check-in, os hóspedes recebem o Ticino Ticket que oferece acesso gratuito em toda rede de transporte público na região do Cantão de Ticino, além de descontos nas principais atrações.  

O hotel é afiliado ao grupo suíço “Best 3 Star Hotels”, cujas propriedades são magnifícas e dirigidas por famílias de hoteliers.

Café-da-manhã incluído na diária servido das 6:30 às 11:30 horas. 

A estrutura conta com estacionamento subterrâneo (20 francos-suíços por noite); Wifi incluído na diária; piscina com jardim e espaço de recreação para crianças.  

Além do restaurante principal, possui o Blues Bar, aberto das 15 h à meia-noite. 

Distâncias de trem a partir de Lugano

Milão – aeroporto (Itália): 70 km

Zurique: 2 h 40 min

Genebra (direção a Zurique): 5 h 3 min

Basel: 3 h 20 min

Como se deslocar em Lugano com o Ticino Ticket

O Ticino Ticket é um bilhete que todos os visitantes recebem ao se hospedar num hotel do Cantão de Ticino. Com este cartão, todo o transporte público na região formada por Lugano, Bellinzona, Locarno e Mendrisio – será gratuito durante o período da estadia. Além do transporte público, o cartão oferece descontos nas principais atrações turísticas, como Funiculare Monte Brè (-30%), Funiculare San Salvatore (-30%), o LAC – Museo de Arte e Cultura de Lugano (-30%), entre outras. 

Sobre a viagem a Lugano

Veron Campos viajou a Lugano a convite do Lugano Turismo, o órgão oficial do destino, com o apoio do Hotel International Au Lac. Do Brasil, o autor viajou até Frankfurt, com a Condor Airlines, e conexão para Genebra com a Lufthansa. 

Site oficial do destino: www.luganoturismo.ch




Comente pelo Facebook

Ou comente por aqui:

Confira aqui as postagens mais lidas!

Viagem Sem Bagagem • todos os direitos reservados © 2018 • powered by WordPress Desenvolvido por