Newsletter

Assine abaixo para receber as últimas novidades do blog no seu e-mail!


06 de Janeiro de 2018

O QUE FAZER EM GSTAAD: A EXCLUSIVA REGIÃO SUÍÇA QUE COMBINA ELEGÂNCIA E MODO DE VIDA ALPINO

Entre panoramas alpinos salpicados por vilas sossegadas, a região de Gstaad é um refúgio que oferece autênticas tradições suíças, excelentes atividades ao ar livre e hotéis deslumbrantes.

Apenas uma hora e sete minutos, no confortabilíssimo trem panorâmico suíço MOB, sentido Montbovon, separa a medieval cidadezinha de Gruyères da charmosa e exclusiva região de Gstaad. Com paisagens impecáveis e clima perfeito, o destino tem sido um refúgio de férias para estrelas de Hollywood, como Julie Andrews, e de pop stars, como Madonna. Reservada e calma, Gstaad abriga os principais clichês suíços: vilarejos encravados em vales verdejantes circundados por picos cobertos por neve, arquitetura com casas em estilo alpino, diversões ilimitadas nos teleféricos das montanhas, chocolates e, claro, foundue. No inverno, abriga uma das mais luxuosas estações de esqui; no verão, quando a neve derrete, ressurgem centenas de quilômetros para trilhas e ciclismo.

Nossa chegada a Gstaad com tempo nublado. O vilarejo é um dos Top 5 destinos dos Alpes Suíços.

GSTAAD PARA SE LOCALIZAR

Gstaad está situada há 1.050 metros acima do nível do mar no sudoeste do Cantão de Berna – Suíça, na fronteira com os Cantões de Vaud, Friburgo e Valais. A região, formada por várias vilas, abriga quatro comunas: Saanen, Launen, Gsteig e Zweismmen, sendo Gstaag o principal centro turístico do destino. A moeda é o Franco-Suíço, mas pagamentos com Euro e Dólar Americano são aceitos em algumas lojas e hotéis. O seu território de 315 km² faz parte do lado francês da Suíça e suas línguas oficiais são o Suíço-Alemão e o Alemão, no entanto, o Francês e o Inglês são bastante populares. Segundo o escritório de turismo oficial do destino, que nos recebeu, são 7.200 habitantes e quase a mesma quantidade de vacas. Sim, elas são um dos símbolos da pitoresca região e seu leite de excelente qualidade é a base para a fabricação dos tradicionais queijos suíços (deliciosos) provenientes de mais de 200 fazendas alpinas.

Gstaad, Saanen, Suíça

O QUE FAZER EM GSTAAD

A região com seu magnífico panorama montanhoso pontuado por florestas, prados e lagos é um convite para a prática de muitas atividades ao ar livre. Com altitudes perfeitas – entre 1.000 e 3.000 metros – oferece, durante o verão, 300 km de trilhas para caminhadas e 280 km de rotas bem sinalizadas para mountain bike. A infraestrutura é completa com mais de 100 restaurantes, sendo quatro deles com estrelas no Guia Michelin, e 45 hotéis, com algumas das propriedades mais deslumbrantes da Suíça, como o HUUS Gstaad, o Ultima Gstaad, Alpina Gstaad, Le Grand Bellevue, Park Gstaad e o Gstaad Palace.

1-CENTRINHO DE GSTAAD

O centrinho da vila de  Gstaad – totalmente livre de carros – é pontuado por construções em autêntico estilo alpino e abriga elegantes lojas de grifes (Louis Vuitton, Prada, Ralph Lauren), restaurantes, cafés, bares e galerias de arte. A maioria dos chalés possuem fachadas rústicas com flores coloridas nas sacadas e muitos ainda mantêm o mesmo estilo arquitetônico do século XIV.

2-O MONTE RELLERLI

O Monte Rellerli está localizado na Vila de Saanen, bem ao lado de Gstaad. Com 1.831 metros de altitude, é facilmente acessível através da estação de trem de Schönried. Da estação do teleférico partem as gôndolas para o monte, cujo topo abriga um terraço panorâmico, parede de escalada, restaurante e, no verão, um dos mais rápidos tobogãs da Suíça. Durante nossa visita, o tempo excessivamente nublado comprometeu a visão panorâmica dos Alpes.

3-O GLACIER 3000

O Glacier 3000 está localizado em Col du Pillon – Les Diablerets, distante apenas 20 minutos de Gstaad. Para chegar até a estação do teleférico, pegamos o ônibus linha 180 (Les Diablerets). Aos poucos, o cenário da rodovia vai se elevando e logo chegamos na estação teleférica, circundada por um impressionante panorama de montanhas rochosas com picos cobertos por neve. O teleférico com capacidade de 125 passageiros leva os visitantes até o alto da montanha de 2.965 metros de altitude em 15 minutos. A estrutura fincada no topo, cuja assinatura é do famoso arquiteto Mario Botta, conta com uma passarela suspensa “Peak Walk” e um restaurante panorâmico chamado de Restaurant Botta, onde degustamos o tradicional foundue les diablerets (por 25,00 francos-suíços). Durante a nossa visita, o tempo não colaborou e não pudemos ver o impressionante panorama de 24 montanhas gigantes, incluindo o Mont Blanc com seus 4.810 metros. Ingressos para o Glacier 3000 por 63,00 francos-suíços (adultos).

Site: www.glacier3000.ch

ONDE SE HOSPEDAR EM GSTAAD

Em Gstaad ficamos hospedados no espetacular HUUS Hotel no vilarejo de Saanen. A luxuosa propriedade tem estilo alpino contemporâneo, três restaurantes, um bar e vistas deslumbrantes para os Alpes Berneses. Além da excelente estrutura, o hotel é membro da Design Hotels, coleção que possui no seu portfólio 292 propriedades com design e arquitetura inovadores. 

SOBRE O GSTAAD CARD

Durante nossa passagem por Gstaad, utilizamos o Gstaad Card, que pode ser comprado no site oficial do destino (aqui), nos hotéis, nas estações de trem MOB ou no Centro de Visitantes, localizado no centrinho do vilarejo.  Inclui entrada nos principais teleféricos, transporte público na região, algumas atividades ao ar livre, museus, 50% de desconto na Foundueland Gstaad e 50% no Glacier 3000. A partir de 19,00 Francos-Suíços por dia.

Distâncias até Gstaad

De Zurique até Gstaad: 3 h (trem) – SBB

De Genebra até Gstaad: 3 h (trem) – SBB

De Montreux até Gstaad: 1 h 20 min (trem) – SBB

 

+ Onde se hospedar em Gstaad

+ Onde se hospedar em Genebra: Hotel N’vY

+ Hospedagem luxuosa no Hotel Bellerive Zermatt

+ Tudo o que você precisa saber sobre Genebra – Suíça

+ Riviera Suíça: Montreux 

+ Riviera Suíça: Vevey 

 

Sobre a viagem a Gstaad

Veron Campos viajou a Gstaad a convite do Gstaad Tourism, o órgão de turismo oficial do destino, com o apoio do HUUS Hotel. Do Brasil, o autor viajou até Frankfurt, com a Condor Airlines, e conexão para Genebra com a Lufthansa. 

Site oficial do destino: www.gstaad.ch




Comente pelo Facebook

Ou comente por aqui:

Confira aqui as postagens mais lidas!

Viagem Sem Bagagem • todos os direitos reservados © 2018 • powered by WordPress Desenvolvido por