Newsletter

Assine abaixo para receber as últimas novidades do blog no seu e-mail!


O Grupo Emirates anunciou hoje seu 29º ano consecutivo de lucro e expansão estável de negócios, apesar de um ano turbulento para os setores de aviação e viagens.
Lançado hoje no seu Relatório Anual de 2016-17, o Grupo Emirates anunciou um lucro de AED 2,5 bilhões (US$ 670 milhões) para o ano fiscal encerrado em 31 de março de 2017, uma queda de 70% em relação ao lucro recorde do ano passado. A receita do Grupo atingiu os AED 94,7 bilhões (US$ 25,8 bilhões), um aumento de 2% em relação aos resultados do ano passado, e o saldo do caixa do Grupo diminuiu 19% para AED 19,1 bilhões (US$ 5,2 bilhões), devido principalmente ao reembolso de dois títulos no vencimento e aos investimentos contínuos em sua frota e ativos relacionados a aeronaves.
Em linha com o atual clima de negócios e para apoiar os planos de investimento futuros do Grupo, nenhum pagamento de dividendos será feito à Corporação de Investimento de Dubai (ICD) para 2016-17.
Sua Alteza (H.H.) Sheikh Ahmed bin Saeed Al Maktoum, presidente e chefe-executivo da Emirates Airline e do Grupo Emirates, disse: “Emirates e dnata continuaram a gerar lucros e a expandir o negócio, apesar de 2016-17 ter sido um dos nossos anos mais difíceis até a presente data.”
“Ao longo dos anos, temos investido para construir nossas capacidades de negócios e a reputação da marca. Aproveitamos agora os benefícios, uma vez que estas fundações fortes ajudaram-nos a superar os acontecimentos desestabilizadores que afetaram a procura de viagens durante o ano – do Brexit aos desafios de imigração e dos ataques terroristas da Europa, das novas políticas que afetam as viagens aéreas aos EUA, a desvalorização cambial e a repatriação de fundos em algumas partes da África e o contínuo efeito de uma lenta indústria de petróleo e gás na confiança das empresas e na demanda de viagens.”
 
Em 2016-17, o Grupo investiu coletivamente AED 13,7 bilhões (US$ 3,7 bilhões) em aeronaves e equipamentos novos, aquisição de empresas, instalações modernas, tecnologias de ponta e iniciativas de equipe.
Sheikh Ahmed disse: “Esses investimentos fortalecerão ainda mais a nossa capacidade de resiliência, mesmo estendendo nossa vantagem competitiva, e adaptando nossos negócios ao clima de negócios volátil e às rápidas mudanças nas expectativas dos consumidores.”
“Continuamos otimistas para o futuro da nossa indústria, apesar de esperarmos que o ano que vem se mantenha desafiador, com a hiperconcorrência espremendo os rendimentos das companhias aéreas e a volatilidade em muitos mercados impactando os fluxos e a demanda de viagens.”
“A Emirates e a dnata permanecerão em sintonia com os eventos e tendências que afetam nossos negócios, para que possamos responder rapidamente às oportunidades e aos desafios. Também avançaremos em nossa jornada de transformação digital. Estamos redesenhando cada aspecto de como fazemos negócios, alimentados por um conjunto inteiramente novo de tecnologias. Nosso objetivo é oferecer experiências mais personalizadas e viagens perfeitas aos clientes, e tornar nossas operações e funções de back-office ainda mais eficientes.”
Através das suas mais de 80 subsidiárias e empresas, o Grupo aumentou a sua força de trabalho total em 11% para mais de 105 mil colaboradores, representando mais de 160 nacionalidades diferentes.

Seguro viagem geral 728x90




Comente pelo Facebook

Ou comente por aqui:

Confira aqui as postagens mais lidas!

Viagem Sem Bagagem • todos os direitos reservados © 2019 • powered by WordPress Desenvolvido por

Siga o instagram ×
Visitar @viagemsembagagem