Newsletter

Assine abaixo para receber as últimas novidades do blog no seu e-mail!


Localizada na Serra Catarinense, a Serra do Rio do Rastro possui curvas sinuosas, mata nativa e bucólicas cidades situadas acima de 1.400 metros de altitude. Um roteiro realmente inspirador para trilhas e caminhadas por paisagens deslumbrantes.

Minha esposa é instrutora de yoga para um grupo majoritariamente feminino. A fim de integrar e ampliar as atividades, foi criado o Caminhantes de Gaia, cujo objetivo, como o próprio nome diz, é fazer trilhas. Nossa primeira investida foi subir a Serra do Rio do Rastro. Contratamos um micro-ônibus e lá fomos nós para a nossa aventura. Saímos da cidade de Tubarão e iniciamos a caminhada no município de Lauro Müller. Nosso ponto de partida foi o Hotel Verde Serra, onde paramos para fazer alongamento e iniciar nossa subida. A trilha foi feita em abril deste ano. Não recomendo fazê-la no verão, pois o calor aumenta o cansaço, nem no inverno, já que a rodovia fica escorregadia em função do degelo. Prefira a primavera ou outono.

Foto 1

Caminhantes de Gaia

Foto 2

Início da trilha pela Serra do Rio do Rastro

Foto 3

Uma das estradas mais cênicas do Brasil

Foto 4

Um visual que recompensa o esforço da caminhada

 

A Serra do Rio do Rastro está localizada no sul do Estado de Santa Catarina. Inicia no município de Lauro Müller e termina no município de Bom Jardim da Serra. São aproximadamente 12 km de estrada asfaltada (por este motivo, é conhecida também como “Serra do 12”). Da capital, Florianópolis, são 220 km de distância.  A rodovia liga o Planalto ao litoral de Santa Catarina. Através dela, era feito o intercâmbio comercial entre estas duas regiões. Esta atividade era realizada pelos tropeiros, que são homenageados com um monumento, feito por Nelson Neves Matias, artista da cidade de São Joaquim.

Foto 5

Visão das curvas e das escarpas íngremes da serra

 

Bom Jardim da Serra é uma cidade-base para explorar as belezas da serra catarinense. A partir dela, é fácil chegar a São Joaquim (45 km), Urubici (72 km) e Urupema (120 km), as cidades que registram as menores temperaturas no Brasil. É uma ótima opção de passeio para quem curte beleza natural e, eventualmente, neve.

No total, percorremos 10 km em aproximadamente 3 horas e 20 minutos, apesar de alguns poucos caminhantes terem chegado antes desse tempo ao mirante, o ponto final da trilha. O micro-ônibus fazia paradas estratégicas nos vários refúgios ao longo da Serra. Foi o nosso socorro ambulante! O percurso conta com 284 curvas, o que dá, em média, 28 curvas por quilômetro! Algumas poucas pessoas sentiram os efeitos da altitude, como tontura e “pressão na cabeça”. Para aliviar, descansaram, tomaram água e pegaram carona no micro-ônibus.

Durante o trajeto, o grupo seguiu em fila indiana. A rodovia não possui espaço para caminhantes e tivemos que tomar muito cuidado com os veículos. À medida que subíamos, tínhamos a certeza de que o esforço valia a pena. Gradativamente, a paisagem ficava mais deslumbrante. Há pouco tempo, a rodovia que percorre a Serra do Rio do Rastro foi considerada uma das mais belas do mundo.

Foto 6

Percusso de 10 km pela SC-390

Foto 7

Estrada com uma das vistas mais espetaculares do mundo

Foto 8

Subida que leva um pouco mais de três horas até o mirante

Foto 9

Um visão de cartão-postal em Santa Catarina

 

Para quem pretende fazer a mesma trilha, recomendam-se usar roupas leves, calçados confortáveis, boné, óculos escuros e protetor solar. Não precisa levar água. Durante todo o trajeto, há pequenas quedas d’água que dão conta da sede.

Foto 10

A visão próxima ao mirante da Serra

Foto 11

Mais uma recompensa pelo caminho é esse visual arrebatador

Foto 12

Serra do Rio do Rastro

Foto 13

Chegada no ponto mai alto do percurso

 

Todo o grupo se encontrou na área do mirante principal para descansar e admirar a Serra no ponto mais privilegiado do percurso. Registramos este momento na faixa de chegada instalada para uma competição de ciclistas. Localizada a 1.421 metros em relação ao nível do mar, a área possui amplo estacionamento, restaurante e lanchonete. Se o tempo permitir, do mirante é possível avistar as cidades vizinhas por onde passamos no início da viagem. Dali, percorremos, de micro-ônibus, 12 km até uma lanchonete à beira da estrada, na cidade de Bom Jardim da Serra, onde fizemos um grande piquenique.

 




Comente pelo Facebook

Ou comente por aqui:

3 Respostas para "SERRA DO RIO DO RASTRO (SC) – TRILHA POR UMA DAS ESTRADAS MAIS ESPETACULARES DO MUNDO"

Paulo Vargas - 10, agosto 2016 às (11:08)

Ótimo registro. Parabéns.

Responder


Veron Campos Veron Campos - agosto 10th, 2016 em 5:06 pm respondeu:

Agradecemos a companhia aqui no blog.
Abraços.

Responder

Deisi Scunderlick - 11, agosto 2016 às (12:26)

O local realmente vale a pena! Todo o trajeto é deslumbrante e podemos ainda, avistar alguns pássaros, como tucanos, sabiás e bem-te-vi! Ano que vem tem mais!!!

Responder

Confira aqui as postagens mais lidas!

Viagem Sem Bagagem • todos os direitos reservados © 2018 • powered by WordPress Desenvolvido por