Newsletter

Assine abaixo para receber as últimas novidades do blog no seu e-mail!


Localizado no sítio histórico da cidade de Olinda, o restaurante Oficina do Sabor lança um menu fechado para celebrar seu mais recente festival – “um porco de tudo”.

O restaurante Oficina do Sabor é um dos “best to eat” em Pernambuco. Já virou referência nacional e uma parada obrigatória para quem visita a cidade de Olinda ou Recife. Está localizado num romântico casarão de fachada colorida na pitoresca Rua do Amparo (na cidade alta) e bem de frente para a histórica Igreja Nossa Senhora do Amparo. No seu décor, sobressaem objetos da rica cultura pernambucana, piso rústico (que remete aos antigos casarões do século passado) e muitas cores – uma referência clara ao famoso Carnaval de Olinda. No TripAdvisor – o maior guia de viajantes do mundo – ele ostenta a posição de número 1 com as melhores avaliações.

Para esse festival (que faz parte do seu projeto Sabores de Pernambuco), o chef César Santos preparou um menu especial com um nome que soa quase como um trocadilho – Um Porco de Tudo. O Viagem Sem Bagagem  foi convidado para conhecer o menu degustação que explora toda a diversidade e o que a carne de porco pode oferecer de melhor. Derruba mitos, extrapola sabores e cria interessantes combinações até então inusitadas para os paladares locais.

IMG_4386

Oficina do Sabor. Fenômeno nas ladeiras de Olinda há 23 anos.

 

Pondo fim ao preconceito à carne de porco. Segundo o Chef César Santos, a escolha da carne de porco para ser a protagonista deste festival tem como objetivo quebrar os mitos sempre inventados e arraigados pela cultura popular de que a carne suína traz algum mal à saúde. É ainda uma forma de explorar as diversas possibilidades do que se pode fazer com ela, usando insumos de primeira qualidade, saborosos e, acima de tudo, lançando mão da criatividade. Para dar forma a esse projeto, ele contou também com o apoio da Sadia, que disponibilizou cortes Premium para elaboração dos pratos.

IMG_3410

César Santos no seu Oficina do Sabor. Criatividade e versatilidade no festival que explora as múltiplas facetas da carne suína

 

Desde o momento que cheguei ao restaurante, fiquei bastante curioso por saber quais seriam as opções elaboradas pelo chef. Para o nosso prazer, ele preparou três sugestões de entradas. O Que Delícia me arrebatou! É uma espécie de mini hambúrguer (sem os pães) feito com lombo de porco maturado ao molho de mostarda e torresmo. “Crème-de-la-crème!

IMG_4401

Que Delícia. Um mini hambúrguer de lombo de porco para ficar na memória gustativa

 

A Costela Engoiabada é preparada em baixa temperatura e em forno combinado. Vem com um delicioso creme de goiaba que leva na sua composição shoyo, ketchup e molho inglês. Acompanha também uma farofa mega crocante feita com coco e farinha panko.

IMG_4411

Costela Engoiabada. Costelinhas de porco à moda co chef com goiabada

 

Real Brusqueta. Aqui uma versão da tradicional brusqueta num pão muito bem feito e saboroso, com tiras de presunto Royale e uma espécie de molho vinagrete com pequeninos pedaços de alho na cobertura.

IMG_4418

Real Brusqueta. Veio como uma forma de boa utilização do presunto Royale

 

Entre os principais, você tem a difícil missão de escolher entre o Porco Tamarindo (sobrepaleta desossada e frita ao molho de tamarindo, servida com batata rústica e bolo salgado de xerém) ou o Parpadelle Matutino (massa parpadella ao molho de linguiça de pernil e tomate pelado) ou Porquinho ao Sol Sertanejo – a minha escolha. Boa e bem feita, vem com dois filés de porco ao sol ao molho de manteiga de garrafa com cebola roxa, acompanhados com um purê de macaxeira e farofa de presunto de parma.

IMG_4424

Porquinho ao Sol Sertanejo. Uma difícil escolha entre pratos tão atrativos

 

Para a sobremesa, o chef nos brinda com um mix de quatro mini doces, o Tá Danado de Bom – uma verdadeira viagem por um mundo açucarado e pontuado – aqui e acolá – com pequenos “toques” salgados. O pudim é de bacon e leva canela, casca de limão para aromatizar e uma calda de açúcar feito um caramelo. A tortilha de nozes é feita com banha de porco e leva nozes, castanha-de-caju e coco. Os pasteizinhos também levam banha de porco na massa e vêm com recheio maravilhoso de doce-de-leite. Para finalizar, a tira de presunto de parma vem caramelizada com uma espécie de mel. É Ó.T.I.M.O!

IMG_4433

Tá Danado de Bom. Uma sobremesa para favoritar e que vem com quatro tipos de doces

 

Quanto custa. Menu degustação com uma entrada, prato principal, sobremesa e uma taça de vinho por R$78,00. A experiência – que o Viagem Sem Bagagem indica fortemente – vai rolar somente até o dia 31 de julho!

 

SAIBA MAIS COMO FOI O PRIMEIRO FESTIVAL DE TUDO UM COCO – LEIA AQUI!

 

Quer mais dicas? Me segue no Instagram @viagemsembagagem e @veroncampos e curte a página do Viagem Sem Bagagem no Facebook! Adicione o SNAPCHAT: viagemsbagagem

Tem também o canal do Viagem Sem Bagagem no YouTubeSe inscreva!

 

OFICINA DO SABOR

Rua do Amparo, 335

Cidade Alta – Olinda / PE

Fone: (81) 3429.3331

*Todas as fotos são do Viagem Sem Bagagem. Direitos reservados ©.

 




Comente pelo Facebook

Ou comente por aqui:

Confira aqui as postagens mais lidas!

Viagem Sem Bagagem • todos os direitos reservados © 2018 • powered by WordPress Desenvolvido por