Newsletter

Assine abaixo para receber as últimas novidades do blog no seu e-mail!


Em todas as grandes cidades do mundo há prédios históricos e com grande valor cultural. Edifícios que por si só enchem de riqueza e de beleza o entorno onde se situam. Chamam atenção pela exuberância de sua arquitetura, pela abundância de detalhes e acabam se tornando – com o passar dos anos – verdadeiros ícones arquitetônicos. Estou falando do edifício Arnaldo Dubeux, sede da antiga Bolsa de Valores de Pernambuco que, cá pra nós, está cada vez mais lindo. E eu bem sei que ele passou um bom tempo fechado e quase abandonado. Contudo após ser adquirido pela Caixa Econômica Federal em 2010, passou por uma mega reforma e hoje abriga uma das unidades da Caixa Cultural no Brasil.

G6535966

Sede da antiga Bolsa de Valores de Pernambuco

A Caixa Cultural foi inaugurada em Recife no ano de 2012 e hoje conta com dois pavimentos de galerias de arte, um teatro com 96 lugares, sala multimídia, duas salas para oficinas de arte-educação e um amplo foyer (área externa de auditórios ideal para pequenas exposições).

Ele está localizado bem em frente ao Marco Zero, no bairro do Recife, que à época da construção, no início do século XX, abrigava o centro econômico e financeiro de Pernambuco.

G6565969

Av. Alfredo Lisboa – em frente ao Marco Zero de Recife

Esse prédio, na minha opinião, é um dos mais lindudos de Recife e, na verdade, foi projetado para ser a sede do Bank of London & South America Limited. Foi lá que essa instituição bancária inglesa funcionou por mais de sessenta anos. O edifício tem uma construção arquitetônica de característica eclética, de transição pelo estilo neoclássico, muito em voga no início do século XX. Parece um palaciozinho com duas meia torres!

G6555968

Foi projetado para ser a sede do Bank of London & South America Limited

Os documentos históricos comprovam que o prédio foi finalizado em 1912, sendo então adquirido pela Bolsa de Valores de Pernambuco e da Paraíba em 1967, funcionando como sua sede até o ano de 2006, quando a Caixa Econômica Federal o adquiriu para ser a sede da Caixa Cultural Recife. Finalmente em 2008 ele foi tombado pelo Patrimônio Histórico Nacional.

G6035913

Caixa Cultural Recife – Pernambuco

G6075917

Curiosidades…

Pessoalmente eu não curto esse nome Caixa Cultural. Soa-me como se fosse um estabelecimento bancário ou um balcão de negócios. Deveriam ter colocado um nome mais histórico e que mantivesse alguma denominação do início do século passado. Que tal Palácio Cultural ou algo semelhante?! RISOS.

G6505963

Para quem ainda não foi ao Palácio Cultural (ops, à Caixa Cultural), a entrada é gratuita e sempre há eventos rolando na sua grade de programação (veja aqui).

Por sorte eu fui numa sexta e estava em cartaz uma exposição incrivelmente arrebatadora de Portinari intitulada: Portinari – a construção de uma obra. Nessa exposição havia telas a óleo, maquetes, esboços e desenhos de um dos maiores artistas plásticos do país.

G6475957

Exposição de Cândido Portinari

G6485958

Telas de Cândido Portinari

G6385948

Uma coisa que achei bacana no interior do prédio é a existência de um imenso átrio, cercado por colunas e com um piso magnífico de vidro. Embaixo desse grande piso de vidro tem-se a visão de enormes pedras como se fosse um grande sítio arqueológico. Isso é tão belo e já vale a visita a esse centro cultural.

G6265936

Átrio com uma cúpula de vidro

Ainda no térreo – próximo ao grande átrio – havia uma exposição de esculturas do artista plástico pernambucano Abelardo da Hora com suas esculturas de cunho impressionista.

G6095919

Esculturas de Abelardo da Hora

Subindo as escadas você terá a visão (de cima) do grande átrio e do sítio arqueológico que está embaixo da redoma de vidro.

G6325942

Ali embaixo da redoma de vidro há um sítio arqueológico

O que mais tem na Caixa Cultural: sala de leitura, teatro, oficinas, sala multimídia, mezanino e elevadores. Detalhe: tudo é bem sinalizado e com tradução para o Inglês.

 

No primeiro andar há um salão redondo com um piso de vidro usado para expor esculturas e de onde tem-se uma visão do átrio (lá embaixo) e da cúpula de vidro (acima).

G6405950

G6415951

Essa região de Recife – onde está a Caixa Cultural – é repleta de prédios históricos, o que a torna uma parada obrigatória pra quem visita a cidade. Um lugar que inspira arte.

 




Comente pelo Facebook

Ou comente por aqui:

2 Respostas para "O ANTIGO PRÉDIO DA BOLSA DE VALORES DE PERNAMBUCO – UM LUGAR QUE INSPIRA ARTE"

LAMARTINE - 15, setembro 2015 às (23:54)

COISA LINDA MEU DEUS!! ESPETACULAR!

Responder


Veron Campos Veron Campos - setembro 16th, 2015 em 12:27 am respondeu:

Um lugar lindo e inspirador, Lamartine. Vale muito a pena a visita!

Responder

Confira aqui as postagens mais lidas!

Viagem Sem Bagagem • todos os direitos reservados © 2018 • powered by WordPress Desenvolvido por