Newsletter

Assine abaixo para receber as últimas novidades do blog no seu e-mail!


Maior centro econômico da região Nordeste do Brasil e que ainda preserva muitos resquícios do seu período colonial – a cidade do Recife é banhada pelas águas quentes do Oceano Atlântico e cortada por rios, como o Capibaribe. Bem perto das margens sinuosas desse rio está localizado um dos pontos turísticos mais icônicos e emblemáticos da cultura pernambucana – a Oficina Brennand.

Situada mais precisamente no bairro da Várzea, zona Oeste da cidade, a oficina já virou uma parada obrigatória para todos que visitam esse estado tão rico em manifestações culturais. Suas imponentes esculturas, seus grandes espaços com jardins opulentos e sua reserva de mata atlântica são um convite que fascinam os visitantes.

Eu ainda não tinha ido a Oficina Brennand e só agora pude descobrir o quão ela é importante pra a faceta histórica de Pernambuco, o quão sua atmosfera é enriquecedora e o quão ela é imprescindível para os amantes das artes. Confesso que já fiquei apaixonado pela atmosfera onírica do local e já pretendo voltar outras vezes, devido a seu tamanho e a quantidade absurda de esculturas.

G4804161

Então, vou tentar organizar esse post seguindo uma ordem cronológica do que eu fiz e relatando os locais que eu considero mais importantes dentro da oficina e que você não deve deixar de conhecer.

Pra começar eu já adianto algumas informações, o que tornará sua visita mais proveitosa.

Ψ CONSIDERAÇÕES IMPORTANTES PARA OS VISITANTES  

Como a Oficina possui grandes espaços abertos, imensas fontes e jardins inspiradores – recomendo que você prefira ir em dias de céu aberto. Sinceramente, a chuva pode atrapalhar sua locomoção e aquelas fotos lindas que o cenário te proporciona. A não ser que você tenha poucos dias em Recife e não se importe de contemplar apenas as áreas fechadas e cobertas, como o Salão de Esculturas.

Ψ LOCALIZAÇÃO E ACESSO

A Oficina fica dentro da Propriedade Santos Cosme e Damião, s/n – Várzea, o que dá aproximadamente 40 minutos ou 19 km, partindo do bairro de Boa Viagem – o mais badalado dessa metrópole nordestina. Para quem ainda não conhece Recife, seu trânsito sofre constantemente de grandes engarrafamentos, o que pode deixar seu percurso ainda mais lento. Portanto, programe-se antecipadamente.

Ψ HORÁRIOS DE VISITAÇÃO E PREÇO 

De segunda a quinta: das 8 h às 17 h

Sexta: das 8 h às 16 h

Sábado e domingo: das 10 h às 16 h

Feriados: fechado

Ingresso: R$15,00 (meia-entrada para estudantes, professores e pessoas acima de 60 anos)

Ψ A PROPRIEDADE SANTOS COSME E DAMIÃO

A Oficina Brennand surgiu em 1971 nas ruínas de uma olaria do início do século XX, como a materialização de um projeto obstinado do artista Francisco Brennand. A antiga fábrica de tijolos e telhas foi herdada de seu pai. Instalada nas terras do Engenho Santos Cosme e Damião, no histórico bairro da Várzea, é cercada por resquícios da Mata Atlântica e pelas águas do Rio Capibaribe.

As fotos abaixo mostram a entrada da propriedade com uma placa indicativa. Em seguida você deve pegar essa estrada de paralelepípedos que, mais adiante, se transformará numa estrada de terra batida.

G3323955 G3353958

Pegando estrada de terra batida, aproveite e curta o visual do pouco que restou da nossa Mata Atlântica tão devastada.

G3463973

Ao chegar na entrada da cerâmica, novamente a estradinha de terra volta a ser de paralelepípedos e você já se deparará com algumas esculturas esféricas parecidas com ovos e que são recorrentes na obra do artista Francisco Brennand.

G3573984

G3533980

G3653993

G3633991

Ψ A ENTRADA

Após pegarmos o bucólico caminho por uma estrada de terra batida cercada por árvores e adentrarmos na propriedade, chega-se a porta que dá acesso à Oficina. Ao lado tem uma loja-café, que deixarei o relato para o final deste post.

G3673995

Próxima à entrada, uma gigantesca escultura em forma de serpente (fincada no gramado) se destaca e dá as boas-vindas aos visitantes. Seguimos então para nossa primeira parada. Vem comigo!

G3713999

Ψ TEMPLO CENTRAL

Diria que é o centro energético da Oficina, o mais representativo, mais fotografado e mais magnífico. Como disse o artista Francisco Brennand, guarda em sua cúpula o Ovo Primordial – emblema da imortalidade. Nele você verá vários ovos ao redor do lago, cisnes negros, esculturas em formas de totens com cabeças de pássaros, totens cegos com peitos, ovos de onde irrompem cobras, nádegas com cabeças de lagartos, pernas de mulheres e outras dezenas de objetos esculpidos em cerâmica.

G3764004  G4104042

G4384084

Cisne Negro

G4154047

Templo Central

Como eu estava contagiado pela atmosfera “misteriosa” do local, aproveitei para tirar umas fotos. A propósito, o lugar é perfeito pra uma sessão de fotografias, especialmente no final da tarde, quando os raios do sol batem nas paredes de cerâmica e criam um efeito acobreado. AWESOME!

G4474115

Templo Central

G4364074

Euzinho e meu amigo cisne negro

Ψ SALÃO DE ESCULTURAS

Composta por enormes salões, lá estão expostas de forma permanente esculturas e painéis do artista. De início fiquei meio perdido e impressionado com a grande quantidade de esculturas nas mais diversas formas e diferentes tamanhos.

G3794007

G3814009

Entrada do Salão de Esculturas

G3884016

Painéis de cerâmica

G3934021

Salão de esculturas: formas e tamanhos variados

Ψ ANFITEATRO

Outro grande salão com piso em forma de mandala e que lembra uma sala de banhos romana. Nele também é possível observar muitas esculturas ao redor, no centro um grande lustre em estilo medieval e no alto da parede um vitral em forma de uma esfera colorida.

G4054035

G4064036

Anfiteatro

Ψ PRAÇA BURLE MARX

Após o Templo Central, é um jardim projetado pelo paisagista Burle Marx com gramados, um lago com cisnes negros e algumas esculturas em forma de totens, cabeças e bicos de aves. Lembra aqueles engenhos antigos do período colonial brasileiro.

G4094041

G4784159

G4824163

Praça Burle Marx

G4724153

Oficina Brennand

Ψ TEMPLO DO SACRIFÍCIO

Dentro dele chama a atenção duas estruturas de metal com ganchos pendurados fazendo alusão a uma forca. Segundo o artista, é um resgate de culturas assassinadas.

G5604330

Oficina Brennand

Ψ LOJA – CAFÉ

Essa foi nossa última parada dentro da maravilhosa Oficina Brennand. Como já era final da tarde, bateu aquela fome e resolvemos finalizar tomando um café e fazendo um pequeno lanche. Dentro funciona um cafeteria e também uma lojinha com alguns objetos de cerâmica expostos para a venda.

G6114388 G5754345

G5704340

Oficina Brennand Café

Eu pedi um Sanduíche de Peito de Peru light enrolado com cream cheese, cenoura ralada e rúcula, servido no pão baguete (R$19,90). Pra acompanhar, um Café Espresso com Chantilly (R$5,50). Por incrível que pareça, não foi um dos melhores sanduíches que já comi na vida. O pão parecia velho e se esfarelava, o peito de peru era quase inexistente, assim como o cream cheese.

Já a Dani, pediu uma Tapioca de Capuccino (sugerida pela casa) recheada com ganache de chocolate derretido e guarnecida com sorvete de creme (R$16,00). Experimentei e estava boa, normal (nada extraordinário).

G6094386

Oficina Brennand Café

Assim terminamos nosso passeio pela deslumbrante Oficina Brennand – um dos lugares mais lindos de Recife. Espero que vocês tenham gostado desse post e que o mesmo tenha despertado em você a vontade de conhecê-la. Garanto que vocês vão adorar.

G5494299




Comente pelo Facebook

Ou comente por aqui:

3 Respostas para "OFICINA BRENNAND – O QUE FAZER NUM DOS ROTEIROS MAIS CHARMOSOS DE PERNAMBUCO"

Verônica - 29, julho 2015 às (00:24)

Lindíssimo o lugar! Imagens lindas.

Responder


Veron Campos Veron Campos - julho 29th, 2015 em 12:36 am respondeu:

Você vai amar, Verônica! <3

Responder

Matilde - 29, julho 2015 às (00:31)

Adorei o post, já conhecia a oficina e realmente é um lugar impressionante.

Responder

Confira aqui as postagens mais lidas!

Viagem Sem Bagagem • todos os direitos reservados © 2018 • powered by WordPress Desenvolvido por