Newsletter

Assine abaixo para receber as últimas novidades do blog no seu e-mail!


UMA DAS MELHORES EXPERIÊNCIAS GASTRONÔMICAS DA CAPITAL PERNAMBUCANA  

O que falar de um restaurante que usa as raças britânicas mais nobres de gado (Hereford e Angus) e a “hermana” parrilla argentina para o preparo de cortes super exclusivos. O que há de tão especial por trás desse nome que – na verdade – não tem nada de “humilde”. Para acalmar e esclarecer todas essas minhas inquietações, só indo mesmo à mesa para conferir (ups! provar).

G0581190

A moderníssima entrada do Pobre Juan do Shopping Rio Mar. Não seria mais condizente “Rico Juan”?

Só pelo nome Pobre Juan, já fiquei imaginando o que me esperava. No fundo, no fundo estava era ávido para descobrir seus sabores mais intrínsecos e desvendar quais as diferenças de assar uma carne numa parrilla “made in Argentina”. Mas aí surge novamente na minha cabecinha aquela história do nome – a qual sempre me persegue. OMG, por que escolheram esse título?!

G0161139

A decoração e arquitetura de extremo bom gosto conferem um ambiente de extrema elegância ao Pobre Juan.

G0291152

O estilo rústico e sofisticadíssimo do restaurante foi projetado pelo arquiteto Walter Gola.

A história é que – “a long time ago”– os três sócios do Pobre Juan estavam em Buenos Aires e resolveram visitar um restaurante chamado de El Pobre Luis. Curiosos assim como eu, descobriram que Luis era o coitadinho do parrillero que passava horas assando carnes na parrilla. E põe coitado nisso, haja vista os argentinos serem os maiores consumidores de carne (per capita) no mundo. Imagino o trabalho do parrillero Luis!

Matada a curiosidade do nome, passemos a decoração do ambiente, que, já na entrada, impressiona com sua enorme adega (com mais de 248 rótulos de 18 nacionalidades). De fato, ela é uma verdadeira obra-de-arte feita com grandes peças metálicas com garrafas espetadas em sua estrutura e cercada por paredes de vidro.

G0321155

A adega com esculturas metálicas localizada logo na entrada desperta a vontade de beber um bom vinho.

G0261149

Que tal um Velvet Clicquot para começar?!

Porém o que ainda me chamou mais a atenção foi a enorme parrilla sobre rochas localizada no chão, ao lado da porta de entrada chamada de Ofurô de Cervejas. Dentro, várias bebidas envoltas por muitos cubos de gelo. Achei linda e bastante original. O máximo!

G0211144

A originalidade de uma enorme parrilla (ofurô de cervejas) sobre a rocha.

Outro fator que gostei muito foi a iluminação e as esculturas de bois supensos no teto, presentes em todas as suas unidades. Essa iluminação bastante cênica, com nichos de luz, destaca e valoriza objetos e obras-de-arte.

IMG_7074

Madeira e cerâmica dão um tom rústico e chique aos ambientes.

IMG_7072

A iluminação cênica destaca as esculturas dos bois suspensos.

G0141137

No centro do salão principal há um grande piano com cauda.

IMG_7097

Detalhe para os cardápios confeccionados com couro.

Agora vamos ao que interessa. E, para começar, as melhores Mini Empanadas que já comi na vida. Recheadas com carne e tempero portenho e queijo mozarela (porção com 6 unidades). Crocância e sabor inigualáveis. Para acompanhá-las uma taça do vinho sul-africano Danie De Wet Pinotage.

G0431173

Mini empanadas recheadas com carne e tempero portenho e queijo mozarela com ciboulette. Preço: R$23,90.

Em seguida, degustamos um dos pratos mais especiais da casa – o Gnocchi Al Tartufouma maravilhosa combinação de nhoque de mandioquinha artesanal ao molho branco cremoso tartufado e lâminas de amêndoas. Um prato contemporâneo que leva um ingrediente a preço de ouro – as Trufas (1kg custa cinco mil dólares). O nhoque desmanchava na boca e o sabor era indescritível. “Pardon, lecteurs”!

G0531183

Gnocchi Al Tartufo: Gnocchi de mandioquinha artesanal ao molho branco cremoso tartufado e lâminas de amêndoas. Preço: R$58,40.

O próximo prato da noite foi o especialíssimo 481 Tasting. Consiste numa degustação com três cortes de Parrilla: Ojo del Bife Ancho com abóbora na Parrilla, Bife de Chourizo com farofa de Pistache, Bife Pobre Juan com Mousseline de batata Tartufada com Jus de Rôti. Simplesmente macias e suculentas. Com marmoreio (acumulação de gordura intramuscular) e sabor incomparável.

Para cortar carnes com um sabor tão singular, são usadas duas facas especialíssimas e exclusivas: a Zakharov, fabricada em Minas Gerais; e a Laguiole, feita na França e considerada a mais famosa do mundo.

G0631195

481 Tasting – Degustação com três cortes da Parrilla: Ojo del Bife com abóbora na Parrilla, Bife de Chorizo com farofa de pistache, Bife Pobre Juan com mousseline de batata tartufada com jus de rôti. Preço: R$110,40.

G0681200

Saboreando os suculentos e exclusivos cortes das raças Hereford e Angus.

Claro que as sobremesas não poderiam faltar, pois há sempre um lugarzinho para elas. Fomos de Taza Brownie (brigadeiro cremoso, pedaços de brownie, sorvete de baunilha e praline de amêndoas) e Churros de Dulce de Leite feitos com o doce de leite Havanna, que não é cubano e, sim, argentino.

E não é que a Taza Brownie não sai da minha cabeça! Imagine a mistura do sorvete com o brigadeiro cremoso e a farofinha de amêndoas! Simplesmente “creme-de-la-creme”!

G0901232

As sobremesas estavam maravilhosas: Taza Brownie e Churros de Dulce de Leite. Preços: R$18,40 e R$17,40.

G0861228

Taza Brownie: minha sobremesa favorita. Essa sim é uma “diva”.

Mais uma vez espero que vocês estejam gostando das minhas dicas sobre Recife. Outras excelentes estão por vir! Se vocês tiverem outras dicas legais ou alguma sugestão, por favor, deixe-me saber.

Para você quais são os lugares mais incríveis da capital Pernambucana e do interior? Vou adorar descobri-las.

Acompanhe minhas publicações diárias no Instagram, assim como na minha página no Facebook. Inscreva-se no Canal do Youtube e assista aos vídeos das viagens que estão super legais.

POBRE JUAN 

Shopping Riomar, 1º piso – Recife/PE

*Apesar do autor ter ido a convite do restaurante Pobre Juan, todas as opiniões expressas aqui são totalmente pessoais e isentas.




Comente pelo Facebook

Ou comente por aqui:

3 Respostas para "AS DELÍCIAS DO RESTAURANTE “POBRE” JUAN"

DESCOBRINDO OS NOVOS PRATOS DO KISU JAPANESE CUISINE - 04, junho 2015 às (20:10)

[…] O atum estava no ponto e o purê de wasabi, perfeito! Quanto à carne, estava tão boa quanto as do excelente POBRE JUAN. […]

AS DEZ MELHORES SOBREMESAS DE RECIFE | Viagem Sem Bagagem - 22, Janeiro 2016 às (16:21)

[…] minha primeira experiência (veja aqui o post), devorei a Taza Brownie, feita com brigadeiro cremoso, pedaços de brownie, sorvete de baunilha e […]

Confira aqui as postagens mais lidas!

Viagem Sem Bagagem • todos os direitos reservados © 2018 • powered by WordPress Desenvolvido por